O projeto tornar-se pessoa, com uma visão humanista, direcionado para as áreas da saúde mental, do desenvolvimento pessoal e do desenvolvimento interpessoal, apresenta-se em termos práticos com as seguintes modalidades de intervenção psicológica e social:

[1] (Psico)Terapia de Grupo

A (Psico)Terapia de Grupo nesta fase desenvolve-se no Relaction – Psicologia, Terapia Familiar e de Casal, havendo no mesmo espaço outras intervenções essenciais (e complementares) de cariz mais individual, de casal e família. Como refere Irvin D. Yalom, relativamente à terapia de grupo, «Um convincente corpus de pesquisas sobre os seus resultados demonstra de maneira inequívoca que a terapia de grupo é uma forma bastante efetiva de psicoterapia e que ela é pelo menos igual à psicoterapia individual na sua capacidade de proporcionar benefícios significativos.».

[2] Ações de Partilha

As Ações de Partilha (de conhecimentos e experiências) desenvolvem-se em vários espaços e assumem diversos formatos de ação (por exemplo, palestras e workshops). Esta ações procuram aumentar o conhecimento das pessoas nestes domínios e, dessa forma, facilitar as suas mudanças pessoais, interpessoais e sociais, tão necessárias pelas exigências de um mundo em mudança.

.

.

.

Criado, dinamizado e coordenado pelo psicólogo Tiago Sá Balão, podendo contar com outros colaboradores.

As ações decorrem no Gabinete Relaction (Águas Santas - Maia).

As ações decorrem em vários espaços ao longo do país.

(Psico)Terapia de Grupo

A (psico)terapia de grupo é um tipo de intervenção psicológica realizada por um ou dois terapeutas em conjunto com um grupo de pessoas que varia entre os 4 e os 15 elementos. As sessões têm um espaçamento semanal ou quinzenal e uma duração entre 90 e 120 minutos. É compatível com acompanhamentos individuais, de casal ou de família. Os grupos podem configurar-se em torno de um problema em particular, como a ansiedade, a depressão ou a perda de uma pessoa significativa, ou direcionar-se para o desenvolvimento de determinadas competências pessoais, sociais e emocionais, como a melhoria da autoestima, a autorregulação emocional e a comunicação interpessoal. Existem muitas vantagens neste tipo de intervenção psicológica. Destacam-se as seguintes: a importância do contacto com a diversidade de personalidades e opiniões; a semelhança de vivências e problemáticas; a própria experiência de grupo e o desenvolvimento grupal; uma rede de suporte / de apoio; a oportunidade de partilha; o acesso a diversas estratégias de resolução de problemas.

Ações de Partilha

As ações de partilha assumem vários formatos: workshops, tertúlias, cursos, etc. Podem ser realizadas presencialmente ou à distância e abordam várias temáticas (dentro das áreas do projeto).  

Parceiros

Logo 20191110.png

Telemóvel

91 083 08 06

Seguir nas redes sociais

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • YouTube ícone social