Tu já não és quem eu pensava que eras...

As «máscaras» do momento e as expectativas de sempre podem contribuir para a instalação da desilusão. No mundo das relações, há muitos relatos do desencantamento com a outra pessoa. Quer pela saída de cena da personagem habitual, dando entrada a uma nova, quer pelas expectativas de encontrarem príncipes e princesas que, naturalmente, são defraudadas. Perante um cenário deste tipo, coloca a seguinte questão: «Devo abandonar a relação?». A resposta positiva ou negativa parece-me demasiado precipitada, pois, no meu ponto de vista, só deverá colocá-la, se necessário, muito mais à frente. Antes disso, deve refletir bastante, de preferência conjuntamente com o seu parceiro ou com a sua parceira (e também com os seus botões), para fazer uma análise responsável, madura e justa. O ideal talvez seja colocar imediatamente as questões: «Como poderei esclarecer as minhas dúvidas?»; «Haverá abertura de ambas as partes para discutir este assunto?»; «O que podemos fazer, individualmente e em conjunto, para modificarmos positivamente a nossa relação?»; entre outras bem pertinentes.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square

Telemóvel

91 083 08 06

Seguir nas redes sociais

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • YouTube ícone social