Saber esperar…

Saber esperar não é o mesmo que estar parado(a). Saber esperar não é ver o destino a cair em cima de nós. Saber esperar é aprender a colher o que se semeia; é respeitar o tempo de crescimento depois de se semear; é reconhecer que não basta esperar que cresça, porque é preciso cuidar. Saber esperar é não querer frutos do nada; é semear para depois colher. Como bem sabes, há boas e más colheitas. Depende das tuas sementes e de fatores que não controlas. Podes pedir a alguém o produto final, mas apenas vais saboreá-lo. Se queres aprender a lição, para além de saboreares, tens de passar pelo processo e saberes esperar. Lembra-te também que aquilo que colheres não durará para sempre. Não pares! Inova! Diversifica! Arrisca! Erra! Reinventa(-te)! Saber esperar é aprenderes sempre; é te alegrares com o caminho; é frustrares quando tiver de ser. Saber esperar talvez seja conseguir caminhar com todos os sentidos. Saber esperar, desta forma proativa, é teres consciência que ao usufruíres da caminhada, de corpo e alma, trabalhas no teu Ser. Se apenas queres o produto final, trabalhas apenas o Ter. Queres esperar (proativamente) ou não tens tempo para isso?



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square

Telemóvel

91 083 08 06

Seguir nas redes sociais

  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • YouTube ícone social