A distância que alimenta a nossa paixão

Gosto da distância que alimenta a nossa paixão. Aqueles momentos só meus, só teus, mas que são tão nossos… pela saudade que deixa… de querer escutar a tua voz… sentir o teu toque… aquela espera… não sei explicar melhor. Há uma certa distância que nos faz bem… talvez pelo respeito que nela existe… não há controlo, não há pressão… há liberdade, confiança e muita saudade, confesso. Depois dessa distância… apenas física… emocionalmente estamos conectados… quando nos aproximamos, no regresso à nossa relação olhos nos olhos, parece que sou mais tua… sem posse… apenas mais tua pela liberdade de sentir que nos pertencemos um ao outro, sem deixarmos de ser quem somos, mas perdendo um pouco de nós… uma perda que me permite mergulhar na tua essência… uma fusão que faz a relação ter vida própria. Não sei explicar melhor, mas sei muito bem que agora deu-me uma enorme vontade de estar contigo… estou à tua espera… apaixonadamente, claro.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo